Cachoeiras em Barroso


Cachoeira da Capetinga


Para se chegar a este local é preciso pegar a estrada de terra que leva a Torre de Televisão de Barroso, virando à esquerda antes de chegar à Torre, que conta com uma grande área para tomar sol, acampar ou mesmo para apreciar a natureza.
Capetinga é o nome de um rio que se encontra com o Rio das Mortes próximo a Tiradentes, mas neste lugar, que fica próximo a Barroso - 9km - ele ainda não passou por nenhuma cidade e povoado e ainda está limpo. No caminho do rio existem também várias cachoeiras, belíssimas de se apreciar.

Fonte: barroso.mg.gov.br


Cachoeira da lajinha


A Lajinha é um lugar lindo, muitos córregos encontram com o da Lajinha e aumentam o nível da água, formando em muitos lugares, piscinas naturais de água transparente e limpa. No local existe uma grande área perto da cachoeira onde as pessoas podem tomar sol e trocar idéias. Seguindo o córrego, é possível encontrar outras quedas d'água para se banhar, ou apenas vislumbrar.
Existem três acessos diferentes para se chegar até a cachoeira, mas só por um deles é possível ir de carro, percorrendo 15km. Enquanto que pelos dois outros acessos o trajeto a ser percorrido fica entre 10km e 12km.

Fonte: barroso.mg.gov.br

Cachoeira do Farias


Esta é uma cachoeira que também pode ser acessada ao seguir a antiga Oeste de Minas, fica apenas 2km acima de Severiano e a 15km de Barroso. As águas da cachoeira são as do Rio das Mortes.
Assim como na cachoeira de Severiano muitas pessoas vinham se banhar na cachoeira do Farias usando o trem como condução, porém nos dias de hoje, muita gente tem acesso ao local através de outros meios, como moto, bicicletas e carros. Seguindo a antiga ferrovia é possível chegar com os veículos bem próximo a água da cachoeira.
Fora da estação quente, também muitas pessoas vão ao local para pescar, acampar e se divertir nos fins de semana.

Cachoeira dos Padeiros


Essa cachoeira fica na mata perto da Torre de retransmissão de TV da cidade, é uma das mais próximas, existem dois caminhos para se chegar até lá.
Por um deles, as pessoas vindas de Barroso precisam percorrer 5 km pela estrada que vai a Padre Brito e fazer uma pequena caminhada ladeira abaixo, chegando à parte superior da cachoeira.
Aqueles que gostam de fazer trilhas, podem seguir pela mesma estrada por apenas 3km e fazer uma trilha de 1km pela mata bem preservada, que fica ao lado do córrego que vem da cachoeira, chegando ao local pela parte inferior.
A Cachoeira do Padeiro possui cerca de 13 metros de altura. Suas águas são muito limpas, pois a nascente fica bem próxima à cachoeira e não recebe deposito de nenhum material ao longo de se trajeto.
A cachoeira fica bem próxima à cidade, este é um lugar que as pessoas não vão para nadar, já que o poço da cachoeira não é muito fundo, muitos vão apenas para tomar banho, fazer pic-nic, acampar, tocar violão.
Avaliando este local veremos que esta cachoeira se difere das outras não só por sua beleza única, mas também por estar em uma mata e possibilitar às pessoas fazerem boas caminhadas.


Cânion da Capetinga


Seguindo as águas do rio da Capetinga cerca de 400m é possível chegar a este cânion de beleza única em toda a região, as paredes do cânion são formadas de rocha calcária e cobertas com uma vegetação exuberante.
No início da formação rochosa o cânion é bem estreito, mas depois começa a se alargar e fica com cerca de 10m de largura e 15 de altura. Um córrego deságua neste cânion formando uma linda cachoeira. Muita gente vai até lá para acampar e pescar. Algumas pessoas fazem rapel e canioning no lugar. O rio e a cachoeira da Capetinga se encontram a 9km do centro da cidade, com a área verde muito preservada.


Corredeiras do Pinga


O Pinga fica no Rio Loures, e nesta parte do rio várias corredeiras foram formadas devido ao tipo de solo encontrado na região. Antes das corredeiras existe um grande remanso depois de uma cachoeira, onde muita gente vai para se banhar, acampar e pescar.
A parte mais bonita do rio é onde fica a maior parte das cachoeiras e das corredeiras, para se chegar até lá é preciso percorrer 7km pela estrada que leva as pessoas do centro de Barroso ao povoado de Caetés.
Este lugar se encontra próximo, mas como em todos os outros atrativos naturais da região que se encontra a mais de 900m de altura.


Estrada da antiga Ferrovia Oeste de Minas


A "Maria Fumaça" que leva turistas de todas as partes para dar um passeio entre Tiradentes e São João Del Rei, é a mesma que passava por Barroso até 1982. No leito da antiga ferrovia Oeste de Minas, que margeava o Rio das Mortes, ficou uma estrada que liga Barroso a Antônio Carlos de um lado, e a Tiradentes do outro.
Muitas pessoas fazem passeios de bicicletas, carro, cavalo ou moto pela estrada, chegando a sítios, cachoeiras, ou somente para pescar em pontos mais acima do Rio das Mortes.

Fonte: barroso.mg.gov.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens populares